sábado, 20 de outubro de 2007

retomada


volto a escrever pelo pedido que você me fez
pedido calado, velado, inaudível
retomo a tocar a caneta tinteiro no papel
a mesma que prometi não mais carregar
só para poder sentir a felicidade em seu íntimo

não quero que ache que não sou confiável
é, eu costumo quebrar as promessas que faço a mim mesmo
e essa, mesmo que fosse classificada de inquebrável
não resistiu a força do recado que sua alma enviou à minha
e por teima ou teimosia, nunca te privarei de ter alegria

e concordo que não haveria tempo melhor
já que nesse momento volto a ter paz na vida
depois de muitos dias de batalhas duras e incessantes
hoje sinto você mais perto e vejo que tudo valeu a pena
e a cativo para que não fuja, na espera que o amor surja

wanderson uchoa



"a amizade é um amor que nunca morre" mário quintana

Um comentário:

Inês disse...

"Amizade é tão gostosa pra alma
Como para o sedento a água."(Eu)

Retomada
Li e gostei
Só isso que sei
Não preciso saber mais nada